Nos últimos anos, a tecnologia da informação vem provocando transformações importantes no modo de interagir e de trabalhar, no Brasil e no mundo. A indústria da construção não está alheia a esse movimento, tanto que se aproveita, cada vez mais, de soluções de TI (tecnologia da informação) na busca por reduzir retrabalhos e aumentar a eficiência dos processos.

No caso dos engenheiros de obras, por exemplo, o perfil “apagador de incêndios” começa a ser substituído por “planejadores”, que com o apoio das ferramentas certas, podem se antecipar aos eventuais problemas.

Exemplos de aplicação

Cloud computing

Na área de gestão de projetos, soluções como plataformas de colaboração baseadas em nuvem (cloud computing) permitem minimizar problemas como atrasos no cronograma, custos que extrapolam o orçamento e desperdício de recursos (financeiros e humanos).

A incompatibilidade entre projetos, outra falha tão corriqueira quanto prejudicial às obras, é algo que vem sendo resolvido com soluções como o BIM (Building Information Modeling). Graças à automatização da compatibilização de interferências, coordenadores do projetos podem estar mais disponíveis para a realização de serviços mais complexos e estratégicos.

Big data

Para os empreendedores, tecnologias como o Big Data Analytics estão diminuindo incertezas na tomada de decisões. A análise de grandes volumes de dados, estruturados ou não-estruturados, interpretados por softwares de alto desempenho, viabilizam a geração de relatórios que servem como uma bússola para tomadores de decisão.

O Big Data pode ser útil para compilar informações sobre o comportamento e o perfil do cliente. Ele também pode ser usado para coletar e consolidar dados para evitar falhas construtivas, acompanhar a implantação de novas tecnologias e reduzir custos no pós-obra.

Dados do relatório elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, The Future of Jobs Report, mostra o interesse das empresas por essas novas tecnologias. Segundo o estudo, até 2022, 85% das companhias entrevistadas pretendem expandir a adoção de novas soluções para análise de dados. Essas empresas também pretendem aumentar o uso de Internet das Coisas e da computação em nuvem, bem como do machine learning e da realidade aumentada e virtual.

Impressão 3D

As novas tecnologias vêm proporcionando, também, novos modos de produzir dentro dos canteiros. A manufatura aditiva (impressão 3D), embora em fase embrionária, demonstra potencial de aplicação imenso, além da prototipagem de maquetes arquitetônicas e estruturais. Já há uma máquina de impressão tridimensional para pavimentação de vias, desenvolvida para substituir o método manual de assentamento de blocos. Na China, uma impressora 3D vem sendo utilizada pela WinSun New Materials  para a construção de casas de interesse social.

Esse tipo de inovação, entre tantas outras, exige dos profissionais da construção mente aberta para absorver novos modos de fazer e disposição para ver as coisas sob uma nova perspectiva. Nesse novo contexto, dominar a tecnologia para poder aplicá-la adequadamente é algo essencial àqueles que almejam sucesso nesse mercado de trabalho.

Esse artigo foi útil para você? Se curtiu, não deixe de compartilhá-lo em suas redes!

Até breve!

Autodoc

Author Autodoc

More posts by Autodoc

Leave a Reply