Skip to main content

Viradas de ano são momentos propícios para avaliação de ciclos e para a definição de novas metas. Elas também são uma ótima oportunidade para planejar os investimentos em TI, em alinhamento com a estratégia de crescimento de cada empresa.

Em vários setores da economia, a área de TI tem assumido protagonismo para o sucesso dos negócios. Nas empresas da construção civil não é diferente. Entre as construtoras líderes é possível notar uma forte mobilização para incorporar soluções digitais em canteiros de obras. A ideia é levar a gestão das obras a novos patamares de eficiência e segurança com o apoio de hardwares, softwares e aplicativos mobile

Dicas para planejar o orçamento de TI

Para manter uma empresa atualizada e competitiva, não basta aumentar os investimentos em TI. É preciso aplicar esses recursos de forma estruturada e planejada, de modo a atender às reais necessidades do negócio. 

Tal cuidado é fundamental para evitar três situações muito comuns no mundo corporativo:

1) Gastos que não se revertem em resultados efetivos para a empresa, em especial em ganhos de eficiência e de produtividade;

2) Mobilização de equipes, ao longo do ano, para justificar a criação de budgets adicionais;

3) A visão de que a área de TI é um custo para a companhia, e não um vetor de crescimento. 

Por isso, todo e qualquer planejamento de investimento em softwares e hardwares deve começar com um mapeamento das necessidades de cada área da empresa. Esse trabalho de identificação de dores a serem solucionadas pode ser feito, por exemplo, com a formação de uma equipe para analisar a viabilidade das tecnologias disponíveis e selecionar, em um universo de múltiplas alternativas, as ferramentas mais aderentes aos processos da construtora. 

Também é preciso considerar que o processo de transformação digital das empresas vai muito além da aquisição de licenças ou de equipamentos. É fundamental que o orçamento contemple, portanto, custos com a capacitação das equipes, bem como com todo o processo de mudança cultural.

Como investir em TI com sabedoria

Como você já sabe, a tecnologia da informação é chave para as empresas serem mais competitivas frente à concorrência no mercado. Quando bem dimensionadas e utilizadas de forma eficiente, as soluções de TI podem modificar processos, aumentar a eficiência das estratégias, criar  oportunidades e garantir um ambiente mais seguro para as atividades.

Na cadeia da construção, as empresas podem se aproveitar do poder da digitalização para automatizar atividades, eliminar erros manuais e elevar a produtividade. 

Exemplos, nesse sentido, são soluções como o Autodoc GD4, software que centraliza documentações trabalhistas e fiscais de áreas como suprimentos, segurança do trabalho, obras, jurídico e fiscal. A plataforma tem auxiliado construtoras e incorporadoras de diferentes portes na redução de passivos trabalhistas, bem como no controle de obrigações legais de prestadores de serviços.

Ficou interessado em conhecer mais sobre essa e outras soluções Autodoc? Agende uma demonstração! Nossos autodockers vão adorar apresentá-las.

Se esse artigo foi útil para você, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais!

Até a próxima! Aproveitamos para desejar a todos um ano repleto de inovação, tecnologia e produtividade!

Leia também:

Tecnologias ajudam as empresas a serem competitivas diante da alta de preços

Gestão na construção: do projeto ao canteiro

Autodoc

Author Autodoc

More posts by Autodoc

Leave a Reply