POLÍTICA DE PRIVACIDADE DE DADOS

A AutoDoc Tecnologia tem a responsabilidade e o compromisso de tratar a segurança da informação como prioridade, dando aos seus clientes e usuários transparência sobre o tratamento dos dados pessoais que trafegam em nossas plataformas.

Nesta Política, apresentaremos como suas informações são enviadas ou coletadas por nossas soluções e quais são as responsabilidades de cada agente em relação a segurança e privacidade dos dados. Ao final, detalharemos quais são as finalidades para a coleta dos dados pessoais, explicando como são protegidos, processados e geridos.

Destacamos que as exigências da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) foram implementadas e estão sendo observadas.

Papéis e Responsabilidades

Saiba mais

Quando o AutoDoc exerce o papel de controlador de dados?

Saiba mais

Quando o AutoDoc exerce o papel de operador de dados?

Saiba mais

Canal de Comunicação

Saiba mais
PAPÉIS E RESPONSABILIDADES

Existem três agentes que participam do ciclo de vida dos dados pessoais:

Titular
Pessoa natural que tem dados pessoais cadastrados ou coletados por nossas plataformas;

Controlador
Pessoa que insere, controla ou mantém dados pessoais;

Operador
Pessoa que realiza o tratamento de dados pessoais em nome do Controlador.

QUANDO O AUTODOC EXERCE O PAPEL DE CONTROLADOR DE DADOS?

Para monitoramento e rastreabilidade de ações dos usuários, melhorias das soluções ou entrega de novas funções, as soluções AutoDoc coletam automaticamente alguns dados pessoais. São eles:​

  • Endereço IP;
  • Coordenadas de geolocalização (aplicativos móveis);
  • Informações sobre navegador e sistema operacional.
QUANDO O AUTODOC EXERCE O PAPEL DE OPERADOR DE DADOS?

As soluções AutoDoc são fornecidas por meio do modelo SaaS (Software as a Service).

Disponibilizamos contas de acesso para que os clientes insiram os dados pessoais de seus usuários e colaboradores, com a finalidade exclusiva de gestão de processos de trabalho. A própria cliente escolhe e insere os dados pessoais que serão utilizados. A responsabilidade do AutoDoc, neste contexto, é garantir boas práticas de segurança da informação no processamento dos dados. Deste modo, no tocante à privacidade dos dados, aplicamos gestão de consentimentos, criptografia em trânsito/repouso, anonimização, autenticação/autorização, monitoramento e rastreabilidade.

Coletamos e processamos dados pessoais nos seguintes cenários:

Controle de Usuários

Para controle de usuários que acessam as aplicações, trabalhamos com os seguintes dados:

Nome: para identificação clara de quem é o usuário. Este dado também pode aparecer em relatórios específicos, com a finalidade de identificar a pessoa responsável por ações realizadas nas soluções;
E-mail: para disparo de e-mails transacionais, referentes a alertas vinculados aos interesses do próprio usuário. Outra finalidade da coleta é o disparo de e-mails marketing sobre produtos AutoDoc, que são equipados com opção de interrupção de recebimento, em respeito ao usuário.

Controle de Colaboradores

O AutoDoc possui soluções que, em si mesmas, se baseiam na utilização de dados de colaboradores das clientes. As finalidades são o controle de acesso e efetivo de obras, gestão de documentação legal/fiscal e controle de treinamentos. Além disso, os dados são inseridos nas interfaces das aplicações e ficam disponíveis em relatórios direcionados para os responsáveis por estes processos.

Os dados utilizados são:

  • Nome

  • Data de Nascimento

  • Foto

  • RG

  • CPF

  • PIS

  • Outros documentos pessoais exigidos pelo contratante

Controle de Visitantes

A plataforma AutoDoc GD4 possui função de registro de visitantes que acessam as obras das clientes. A finalidade decorre da imposição legal de identificar de todas as pessoas que acessam as obras, tendo em vista eventual verificação de responsabilidade nesses ambientes. Os seguintes dados são armazenados:

  • Nome completo

  • RG

  • Foto

CANAL DE COMUNICAÇÃO COM O DPO

Em cumprimento às diretrizes da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a AutoDoc nomeou o Encarregado de Dados (Bruno Tavares Fernandes) para liderar a frente de atendimento aos Titulares de Dados e Autoridade de Dados Nacional.  
Por respeito aos titulares, o AutoDoc tem canal específico para comunicação relacionada com seus dados pessoais e o esclarecimento de quaisquer dúvidas. Neste canal, mediante solicitação, informaremos quais os dados pessoais dos titulares constam nossas plataformas. No mesmo ambiente, os titulares também podem revogar consentimentos prévios, demandar extrações dos dados para portabilidade de serviço ou até mesmo pedir a exclusão definitiva. No Portal do Cliente AutoDoc, utilize a seção “Privacidade de Dados” para interagir conosco

UTILIZAÇÃO DE COOKIES

Alguns sites ou sistemas AutoDoc podem utilizar cookies. Cookies são pequenos arquivos de texto gravados no dispositivo para armazenar dados que serão usados posteriormente pelas nossas aplicações. O AutoDoc utiliza cookies do tipo Obrigatórios. 

Cookies Obrigatórios

Usamos os cookies obrigatórios para realizar funções essenciais do site. Por exemplo, eles são usados para fazer seu login, salvar suas preferências de idioma, melhorar o desempenho, detectar o tamanho da tela e melhorar a experiência do usuário. Esses cookies são necessários para que nossos sistemas funcionem.

DIREITOS DOS TITULARES DE DADOS
  1. Os usuários dos sistemas Autodoc sempre tem o direito de optar por não divulgar os seus dados nas nossas Plataformas. Com ressalvas descritas em relação às limitações que isso poderá trazer no funcionamento dos sistemas. Os usuários sempre serão possuidores dos direitos de privacidade e da proteção dos seus dados pessoais – sensíveis conforme LGPD e temos que garantir o acesso as conhecimento destes direitos. 
  2. Conjunto de direitos do titular dos dados, conforme legislação brasileira de proteção de dados: 
    • Requisição de Acesso dos dados pessoais – isto significa que o usuário pode requisitar e receber uma cópia de todos seus dados pessoais que a Autodoc tem em seus sistemas. Esta solicitação deverá ser efetivada pelo titular com cópia a para o controlador do seu dado, de forma a ter efeito o pedido.
    • Requisição de retificação de seus dados pessoais – esse direito permite que o usuário solicite a correção ou retificação dos seus dados pessoais, desde que ele não tenha a alçada de efetivar esta atividade de forma autônoma pelo próprio sistema. Caso o usuário não seja o controlador que está no contrato com o Autodoc, esta solicitação tem que ser efetivada ao Autodoc (operador do dado) pelo titular e com anuência do controlador do dado. Estas solicitações e o status do processo pode ser obtido pelo nosso Portal de Privacidade.
    • Direito de objeção a um processamento de dados; o usuário titular do dado pode se opor a um tratamento de dados, caso julgue que está sendo impactado em seus direitos e liberdades fundamentais. A Autodoc também tem o direito de contestar esse motivo, uma vez que esse processamento (envio de e-mail pelo marketing) seja necessário para o usuário tomar conhecimento de atualizações, novas funcionalidades e novas políticas da Autodoc.
    • Restrição de dados pessoais – este direito permite que o usuário solicite a suspensão do seu processamento de dados pessoais. Também nesse caso, a abertura da ocorrência se materializará quando de envio da notificação da solicitação ao controlador do dado, e confirmação de recebimento deste. Entende-se que o processamento não tem a mesma abrangência de armazenamento.
    • Direito a explicação da lógica das razões de coleta dos seus dados – a partir do Portal de Privacidade o usuário pode solicitar as explicações sobre o processo de governança dos seus dados. Também vale para este processo ao envio da notificação previamente realizada ao controlador do dado, que é quem tem contrato com a Autodoc.
    • Direito de retirar o consentimento a qualquer momento – a ação e retirar o consentimento – opt-out- pode ser realizada a qualquer tempo pelo usuário. O usuário será informado que essa ação não afetará a legalidade de qualquer processamento de dados realizado antes da retirada do consentimento. Deverá também ficar claro para o usuário que o mesmo procedimento efetivado para a Autodoc, que é operadora dos dados, deverá ter sido feito anteriormente para o controlador dos dados, pessoa jurídica que tem contrato com a Autodoc. E ambas as partes, Titular dos dados e Controlador dos dados, deverão tem ciência que os serviços prestados pela Autodoc poderão sofrer interrupções por conta desta ação.

Para obter acesso aos direitos o Titular de Dados deve entrar em contato com o AutoDoc por meio de nosso do Portal do Cliente AutoDoc, realizar um breve cadastro e na opção Privacidade de Dados realizar a sua solicitação onde nosso DPO (Encarregado de Dados) irá analisar e responder ao Titular.