No Brasil e no mundo, os construtores têm dado cada vez mais atenção para a segurança nos canteiros de obras. Isso se explica tanto pela necessidade de atender leis e normas vigentes, quanto pela maior conscientização de que cuidar dos colaboradores é um vetor de competitividade, que reduz afastamentos, influencia o clima organizacional e beneficia a imagem institucional.

Nos últimos anos,a tecnologia tornou-se uma aliada fundamental na gestão de segurança na construção. Estamos falando principalmente de soluções como Internet das Coisas (IoT), BIM (Building Information Modeling) e realidade virtual. 

Plataforma de treinamento e sensores

Na Alemanha, pesquisadores da Ruhr-Universität Bochum (RUB) vêm apostando na gamificação como estratégia para treinamento dos operários. O objetivo é, por meio de uma plataforma em realidade virtual, sensibilizar os trabalhadores da construção com relação aos aspectos de segurança no trabalho. A solução é combinada a um modelo BIM  (Building Information Model), que permite aos gestores simular, em ambientes virtuais de obra, potenciais situações de risco.

Além dos simuladores virtuais para treinamento, outras inovações agregam maior proteção aos trabalhadores, sobretudo com o uso da Internet das Coisas. 

A conexão de dispositivos físicos à Internet viabiliza, por exemplo, que algumas máquinas funcionem sem a necessidade de operadores, diminuindo falhas e acidentes. Também permite transformar EPIs (equipamentos de proteção individual) em dispositivos conectados capazes de verificar o nível de fadiga, a temperatura, e outros indicadores da saúde do colaborador.

Já há uma série de aplicações bem sucedidas de IoT associada a dispositivos móveis. Em Balneário Camboriú (SC), por exemplo, a construtora Pasqualotto & GT vem utilizando a Internet das Coisas na construção do Yachthouse by Pininfarina, residencial de alto padrão composto por duas torres com 81 andares cada. O sistema é composto por sensores embutidos nos capacetes dos trabalhadores para mapear situações de risco. As informações captadas são acessadas pelos gestores de segurança e saúde via aplicativo instalado em smartphone.

IoT no controle de acesso

As catracas inteligentes são outro desenvolvimento bastante relevante e que contribuem para prover maior segurança aos canteiros. Sistemas apoiados em IoT, como o software Autodoc GD4 + Catraca de Acesso, permitem garantir um controle efetivo na documentação de documentos de colaboradores e fornecedores. Dessa forma impedem que colaboradores com documentos vencidos ou reprovados acessem o local de trabalho.

Você viu no post de hoje como a tecnologia pode agregar um enorme valor à segurança nos canteiros, seja ao aumentar a efetividade dos treinamentos, seja ao incrementar os controles dos gestores. Se você curtiu esse conteúdo não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais. 

Aproveito para sugerir a leitura de dois textos publicados recentemente e que podem te interessar. O primeiro aborda as principais mudanças da nova NR-18, norma regulamentadora que trata das questões relativas à segurança no ambiente de trabalho. O segundo apresenta 6 aplicações da IoT na construção civil.

Até a próxima!

Autodoc

Author Autodoc

More posts by Autodoc

Leave a Reply