BIM ao redor do mundo: sobre o que estão falando? - Site - Autodoc - Institucional
Skip to main content

Em todo o mundo, o BIM (Building Information Modelling) avança em aplicações, proporcionando benefícios não somente às empresas, mas também às nações. Com a modelagem da informação da construção espera-se alcançar maior transparência, mais precisão em projetos, processos de planejamento e controle de obras, e elevar a produtividade. Quando aplicado de forma consistente, o BIM também pode diminuir prazos, custos e riscos, além de melhorar os processos de manutenção e de gerenciamento de ativos.

Na jornada para implementar uma metodologia tão disruptiva, alguns países se destacam por terem lideranças engajadas, mobilização setorial e maturidade tecnológica.

Status de implantação do BIM no exterior

Países como Reino Unido e Singapura são considerados exemplos de adoção do BIM. Nesses locais, o uso da modelagem da informação da construção foi uma tomada de decisão nacional, acompanhada do envolvimento de toda a comunidade técnica na elaboração de conteúdos de apoio, como guias, normas e bibliotecas de objetos.

O Reino Unido é líder das iniciativas na Europa. O país trabalha no terceiro nível de maturidade BIM, quando há plena colaboração entre todas as disciplinas por meio de um modelo de projeto compartilhado desenvolvido em um repositório centralizado.

Singapura, no Sudeste Asiático, começou a exigir o uso do BIM gradualmente entre 2008 e 2015. Hoje, a metodologia é aplicada em todos os projetos com mais de 5 mil metros quadrados. As ações são comandadas pela Corenet, uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Nacional com a colaboração de organizações públicas e privadas.

BIM na América Latina e no Brasil

Na América Latina, dois países que se sobressaem perante seus vizinhos são Chile e Brasil. Essa foi a constatação de um trabalho realizado pela professora Regina Ruschel (Unicamp), em conjunto com Fernanda Machado e Joyce Delatorre (Autodesk). O diagnóstico tomou como referência as publicações realizadas em 18 nações.

No Chile, muito esforço tem sido feito para levar o ensino do BIM às universidades, segundo o Planbim. Um resultado desse trabalho foi a marca atingida em 2020 de 75% dos cursos nas áreas de arquitetura e engenharia terem disciplinas envolvendo BIM.

No Brasil, associações de arquitetos e engenheiros estudam e debatem a modelagem da informação da construção pelo menos desde o início dos anos 2010. Em 2019, o governo federal lançou a Estratégia BIM BR visando trazer mais economicidade para as compras públicas e maior transparência aos processos licitatórios.

Mas ainda há muito o que avançar, especialmente no que tange a adoção de plataformas de colaboração. O uso de ferramentas digitais genéricas ainda prevalece, como mostrou a Pesquisa Nacional sobre a Digitalização das Engenharias no Brasil. Na sondagem, 76,7% dos entrevistados disseram utilizar soluções de formato físico e trocas digitais via e-mail ou repositórios comuns como drives e WhatsApp para a troca de informações. O estudo foi elaborado pelo BIM Fórum Brasil em parceria com o sistema Confea/Crea (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia) e com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). 

A Autodoc, empresa do Grupo Ambar, integra o BIM Fórum Brasil, associação civil que reúne diversos agentes da cadeia produtiva da construção envolvidos e interessados na disseminação da modelagem da informação da construção. 

Se quiser ampliar seus conhecimentos sobre esse tema, não deixe de baixar os e-books que a equipe de Autodoc preparou, disponíveis para download gratuito:

Fale conosco diretamente pelo WhatsApp!

Estamos disponíveis pelo WhatsApp. Escolha a opção que melhor se encaixa e vamos ajudá-lo!
icone vendas

Converse com Vendas

Estamos aqui para ajudar você a encontrar a solução perfeita para suas necessidades. Clique no botão abaixo para iniciar a conversa agora mesmo.

WhatsApp de Vendas

icone suporte

Converse com Suporte

Nossa equipe de suporte está pronta para ajudar a resolver qualquer problema ou responder suas perguntas. Clique no botão abaixo e vamos conversar!

WhatsApp de Suporte

Estamos passando por instabilidades que estão acarretando atrasos no envio das notas fiscais de serviços e boletos. Informamos que estamos trabalhando para uma solução definitiva.

Caso você não tenha recebido o link das notas fiscais e/ou boletos, aguarde o envio.

Em alguns casos, você poderá receber mais de um e-mail repetido. Por favor, desconsidere as informações duplicadas. Se você recebeu o e-mail com informações erradas, por favor, abra um chamado.

Suporte financeiro