Novas tecnologias tendem a facilitar o trabalho na Construção Civil, por isso, cada vez mais, se busca por produtos resistentes, leves, econômicos e sustentáveis.

Em busca por inovação que visem encontrar soluções que agreguem na produtividade e sustentabilidade, o setor da Construção Civil está em constante evolução. O principal motivo é a redução de desperdícios e a melhoria na eficiência dos processos. 

A China é um grande exemplo de implementação de tecnologias avançadas para acelerar os processos na construção. No ano passado, um caso ficou bem famoso: a construção do hospital em Wuhan em apenas 10 dias. Isso foi possível, pois foi utilizado a técnica de construção pré-fabricada, com base em uma planta de outra obra já  construída. Atualmente, a China é um dos países líderes em smart factories, usando tecnologias como robótica, 5G e Internet das Coisas, aumentando assim a eficiência da produção.  

Tecnologia e a Construção Civil.

Bom, como sabemos, a Engenharia é um dos setores mais inovadores e isso impacta diretamente na Construção Civil. Para conseguir entregar projetos no prazo estipulado, é investido bastante em soluções para melhorar a produtividade. Além disso, há um investimento perene em pesquisas para criar ou aprimorar instrumentos que facilitem o trabalho no canteiro de obras. Por exemplo, o bioconcreto: um tipo de concreto em que é adicionado superbactéria Bacillus pseudofirmus que faz regenerar rachaduras em prédios. Embora seja uma grande novidade, por enquanto não é acessível para usarmos em uma obra. 

De acordo com Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), para 2021 a alta nos preços dos materiais de construção e o desabastecimento de insumos  ameaçam o mercado imobiliário. Mesmo que tenha havido um importante crescimento nas vendas de imóveis em 2020 comparado ao ano de 2019: um aumento de 9,8% no número de unidades vendidas em todo o país. 

Embora o mercado esteja se aquecendo para vender e com isso gerar lucros significativos, é necessário sempre buscar inovações para a rotina de trabalho visando reduzir o desperdício de material, principalmente com a alta na compra da matéria-prima. Por isso, um sistema de gestão pode ser bem eficaz para este controle. Além do material utilizado, fazer a gestão de pessoas e recursos financeiros tem angariado diversas soluções tecnológicas que visem melhorar esses aspectos. 

Exemplos de soluções para a Construção Civil.

1- Autodoc Projetos 4BIM

Uma maneira de simplificar o gerenciamento e compartilhamento de modelos. O Autodoc Projetos 4BIM garante eficiência, rastreabilidade e transparência aos seus projetos. Além disso, garante que a equipe do projeto tenha uma fonte única de informações, confiável e atualizada, principalmente por gerar  modelos federados em nuvem.

2- Autodoc GD4

O software GD4 é importante para fazer a gestão de documentos legais e fiscais e também dos colaboradores. Assim,  trabalhando de forma inteligente e integrada com toda a rede de responsabilidades das relações de trabalho, minimizando riscos do contratante.

3- Autodoc FVS

Essa ferramenta garante a coleta e armazenamento de inúmeros dados coletados pela equipe somente com a execução diária do seu serviço. Assim, com esses dados compilados, são criados relatórios inteligentes que auxiliam no acompanhamento da performance, mitigação de riscos e melhoria contínua dos seus procedimentos.

No post de hoje você viu como é possível atrelar tecnologia à construção civil. Essas soluções trazem mais dinamismo às relações de trabalho e também aos processos diários em um canteiro de obras. 

Esse artigo foi interessante para você? Compartilhe suas impressões no espaço de comentários ou em nossas redes sociais!

Leia também:

Mão de obra para Construção Civil: dicas para contratar melhor em 2021

Arquitetura biomimética: natureza conectada à construção

Autodoc

Autor Autodoc

Mais posts de Autodoc

Deixe um Comentário