Tudo o que você precisa saber sobre a metodologia BIM - Site - Autodoc - Institucional
Skip to main content

Entender e aplicar BIM não é mais um diferencial, mas uma premissa para aumentar a competitividade das construtoras

BIM é a sigla para “Building Information Modeling” ou, em português, “Modelagem de informações de construção”. Em resumo, é um método digital de gerenciamento de dados de projetos de obra ao longo do ciclo de vida da construção. Assim, projetos em BIM deixam de ser apenas um desenho para se transformarem em um modelo com informações automatizadas e precisas de onde podem ser extraídos dados para diversas finalidades.

Como o  segmento construtivo é um dos mais promissores em relação à adoção de tecnologia e o BIM na construção civil tem se tornado crucial para aumentar a competitividade das construtoras. Isso por causa de sua abrangência e por proporcionar processos de desenvolvimento de projetos altamente colaborativos.

Por meio do BIM é possível fazer planejamento, elaboração de projetos e construções a partir de modelos em 3D. Neste artigo, falaremos da importância da tecnologia BIM na construção civil e da multidisciplinaridade dos profissionais envolvidos na entrega de projetos executados utilizando software BIM.

O que é sistema BIM na construção civil

O BIM (Building Information Modeling) surgiu em 1987, com o conceito de “Edifício Virtual”, dentro de uma versão do ArchiCAD. No entanto, se tornou uma metodologia que permite a criação de modelos virtuais em 3D de um projeto de construção. Ou seja, integrando informações sobre todos seus aspectos, desde o projeto projetado até a construção e operação do edifício.

O BIM já vem sendo aplicado na construção civil em alguns países há algum tempo. No entanto, mesmo no Brasil, onde a metodologia ainda é incipiente, não se trata mais de um diferencial a ser ofertado para os clientes e sim uma necessidade para as empresas do segmento se desenvolverem. Somente o domínio da metodologia BIM torna as construtoras aptas a participar de licitações e concorrências.

Quer saber quais são os principais benefícios da utilização do BIM na construção civil? Confira a seguir:

  • redução de custos na obra;
  • diminuição de erros e retrabalhos;
  • transparência no planejamento;
  • maior eficiência e confiabilidade;
  • precisão nos custos e cronogramas;
  • redução de reclamações após a entrega da obra;
  • redução de inconsistências e incompatibilidades.

Mesmo com a tecnologia ganhando espaço, ainda existem muitas barreiras em sua aplicação devido às mudanças exigidas, especialmente porque as equipes de trabalho precisam passar a trabalhar de maneira mais colaborativa.

Veja quais são os 3 pilares do BIM

O BIM (Building Information Modeling) é um processo evolutivo baseado em gestão da informação e em colaboração. O plano de implementação (BIM implementation plan) define políticas, procedimentos, objetivos, estratégias e ações para garantir que os fluxos de trabalho sejam gerenciados com sucesso. Para isso existem alguns pilares, como: interoperabilidade, parametria e colaboração.

  • Interoperabilidade: é crucial para projetos complexos e se refere à capacidade do BIM de integrar tipos de informações em um único modelo diferente, independentemente do software utilizado para criá-los.
  • Colaboração: como o nome já diz, permite que todas as partes interessadas no projeto trabalhem de forma colaborativa e tenham acesso às informações necessárias para tomar decisões e atingir os objetivos do projeto.
  • Parametria: envolve a criação de modelos paramétricos e é particularmente importante para projetos complexos e dinâmicos, nos quais as especificações do projeto podem mudar frequentemente.

Em conjunto, esses três pilares tornam o BIM uma metodologia fundamental para a construção civil moderna, permitindo que os projetos sejam mais eficientes, precisos e colaborativos.

Quando falamos em maturidade em projetos BIM, existem alguns níveis que distinguem a colaboração entre os departamentos e profissionais envolvidos em um projeto BIM na construção civil.

  • Nível 1: são utilizados processos mais tradicionais como plantas e CAD.
  • Nível 2: alguns projetistas utilizam o método, mas sem a colaboração com outros profissionais.
  • Nível 3: as equipes já começam a trabalhar de maneira mais colaborativa, compartilhando informações dentro do próprio modelo.
  • Nível 4: é o mais avançado e torna possível a colaboração de maneira mais ampla, compartilhando informações tanto internamente quando com os demais parceiros externos, como acontece no compartilhamento de dados via nuvem.

Qual a diferença entre BIM e AutoCAD

Os softwares mais comuns utilizados atualmente para o desenvolvimento de projetos ao redor do mundo são o Revit (da Autodesk) e o ArchiCAD (da Graphisoft). Cada um possui as suas características e particularidades de utilização.

No entanto, a maior parte das disciplinas complementares também utiliza o Revit, para integração de arquivos. Já o ArchiCAD é utilizado principalmente para o desenvolvimento de projetos arquitetônicos, o que o torna o processo mais intuitivo e completo para os profissionais.

O conceito é antigo, mas foi ganhando cada vez mais valor ao longo dos anos, pelo desenvolvimento e popularização dos modelos computacionais como conhecemos hoje em dia e atualmente é primordial para o contínuo desenvolvimento do setor da construção civil.

Já o AutoCAD é um software de desenho assistido por computador (CAD) usado para criar desenhos 2D e 3D, mais indicado para desenhos técnicos e detalhamentos de projetos, o BIM permite a criação de modelos mais complexos e detalhados, integrando informações de todas as disciplinas envolvidas em um projeto, tais como instalações elétricas, hidráulicas e mecânicas.

Assim, o software BIM costuma ser utilizado tanto para projetos de construções mais complexas, como edifícios comerciais, hospitalares e industriais. No entanto, o BIM também pode ser aplicado em projetos de vários portes.

Benefícios do software de projetos BIM

Em função de sua complexidade e por envolver muitos conceitos novos, o BIM é cercado por alguns mitos que precisam ser desconstruídos, tais como acreditar que o BIM só pode ser aplicado em projetos complexos e em empresas de grande porte já consolidadas no mercado.

No entanto, antes de realizar a implementação da metodologia BIM, é preciso verificar a viabilidade da implantação, o que inclui:

  • mapear todos os processos vigentes dentro da unidade,
  • redesenhar como seria o processo com a inserção do BIM,
  • avaliar como seriam os levantamentos em 3D,
  • verificar se os preços dos fornecedores continuariam a ser competitivos.

Por isso, contar com o auxílio de uma empresa especializada na implementação, com um sistema BIM eficiente, faz toda a diferença e evita erros durante o processo. Para apoiar a transformação BIM em escritórios e empresas, principalmente aquelas de pequeno porte, uma solução interessante é o Projeto BIM Colaborativo.

Os softwares atualmente estão bem avançados e existem até funcionalidades para criação de regras dentro do BIM que são de grande auxílio para a parametrização e, principalmente, ao encontrar erros. Por exemplo, você pode padronizar determinado programa para que ele compreenda que as espessuras de todas as paredes de um projeto precisam ter 14 cm e, caso alguma delas fuja do padrão estipulado, o software deverá avisar.

Além disso, no caso de erros dentro do projeto como, a inserção de uma parede sobre outra ou de uma viga dentro de uma porta, por exemplo, o software também pode identificar de forma rápida e direcionar para que sejam realizadas as correções necessárias a tempo, evitando que o projeto seja entregue com erros e que sejam gerados retrabalhos.

Veja onde obter mais informações sobre o BIM

Confira a seguir alguns livros e normatizações necessárias para aprender mais sobre BIM para se aprofundar no assunto:

O primeiro é o livro “BIM Handbook” é um guia abrangente para a modelagem da informação da construção (BIM, na sigla em inglês) escrito por Chuck Eastman, um dos pioneiros no desenvolvimento do BIM. A obra é dividida em seis partes e apresenta uma visão geral de conceitos básicos de BIM, seus benefícios e aplicações na indústria da construção.

O segundo é o “Gerenciamento e Coordenação de Projetos BIM” — O livro do professor Sérgio Roberto Leusin, da Universidade Federal Fluminense, apresenta indicadores e ferramentas usadas no gerenciamento dos projetos, além de abordar as características dos softwares mais comuns do mercado.[BFL1]  Clique aqui para conferir o webinar de lançamento.

Além dos livros citados acima, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) disponibiliza a Coletânea Eletrônica de Normas Técnicas – Modelagem de Informação da Construção (BIM). Essa coletânea contempla as seguintes normas:

ABNT NBR 15965-1:2011 – Sistema de classificação da informação da construção / Parte 1: Terminologia e estrutura

ABNT NBR 15965-2:2012 – Sistema de classificação da informação da construção / Parte 2: Características dos objetos da construção

ABNT NBR 15965-3:2014 – Sistema de classificação da informação da construção / Parte 3: Processos da construção

ABNT NBR 15965-7:2015 – Sistema de classificação da informação da construção / Parte 7: Informação da construção

ABNT NBR ISO 12006-2:2010 – Construção de edificação — Organização de informação da construção / Parte 2: Estrutura para classificação de informação

O Autodoc Projetos 4BIM possui todos os recursos necessários para desenvolver os seus projetos com um excelente custo-benefício, além de uma fonte única de informações para o gerenciamento e compartilhamento de modelos com maior eficiência, transparência e rastreabilidade, desmitificando a implantação do BIM para fazer dela a principal metodologia de trabalho para construção civil.

Entre em contato com o departamento comercial para mais informações:


 [BFL1]Linkar para o Webinar que fizemos de lançamento deste livro – está no YouTube da Autodoc
https://youtube.com/live/WSyJDJdpY3Q

Fale conosco diretamente pelo WhatsApp!

Estamos disponíveis pelo WhatsApp. Escolha a opção que melhor se encaixa e vamos ajudá-lo!
icone vendas

Converse com Vendas

Estamos aqui para ajudar você a encontrar a solução perfeita para suas necessidades. Clique no botão abaixo para iniciar a conversa agora mesmo.

WhatsApp de Vendas

icone suporte

Converse com Suporte

Nossa equipe de suporte está pronta para ajudar a resolver qualquer problema ou responder suas perguntas. Clique no botão abaixo e vamos conversar!

WhatsApp de Suporte

Estamos passando por instabilidades que estão acarretando atrasos no envio das notas fiscais de serviços e boletos. Informamos que estamos trabalhando para uma solução definitiva.

Caso você não tenha recebido o link das notas fiscais e/ou boletos, aguarde o envio.

Em alguns casos, você poderá receber mais de um e-mail repetido. Por favor, desconsidere as informações duplicadas. Se você recebeu o e-mail com informações erradas, por favor, abra um chamado.

Suporte financeiro